sábado, 28 de agosto de 2010

Dia dos Pais na creche






Fotos do último Dia dos Pais na creche Nosso Lar, onde somos sempre convidados a fazer visitas em datas festivas.

domingo, 22 de agosto de 2010

Homenagem



                       Por que as melhores pessoas...
                              Porque as melhores pessoas...
                                                                                                  ... não são desse mundo.

Ele foi o primeiro dos integrantes que surgiu de maneira incomum. Um e-mail, um pensamento desconfiado, quem seria esse menino-homem que descobre a existência do nosso trabalho depois de alguns anos de atuação, e se mostra tão dedicado? Estranho. Suspeito.
O nome dele era Erik, ou como tinha tanto orgulho de ser - Dr. Cris.
Um presente Dele em nosso caminho, nosso ponta-pé, um exemplo, nosso anjo.
Fique em paz meu amigo.





Com você, passamos a acreditar em anjos.

SOS Alegria -Gyn

Mais recentes









Arquivo de Fotos Antigas




                                                                                                             
           





sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A inspiração : Patch Adams - O amor é contagioso

No ambiente silencioso e esterilizado de um hospital, um palhaço com sapatos gigantescos e um enorme nariz vermelho surge pela porta. Os pacientes que se cuidem... Rir é contagioso.  

A história real de Patch, paciente e, mais tarde, médico de uma instituição para doentes mentais, celebra o triunfo da busca insistente por um ideal. Sua vontade de tornar-se médico surgiu quando, ainda adolescente, foi internado numa clínica devido a uma depressão. Seu sonho começou a se tornar realidade no final dos anos 60, quando Patch estudou na Escola de Medicina da Virgínia e, em seguida, abriu o Instituto Gesundheit com uma abordagem mais personalizada da prática médica. Tudo estava bem, mas em meados dos anos 80, o Instituto Gesundheit começou a receber atenção da mídia sobre seus procedimento No ambiente silencioso e esterilizado de um hospital, um palhaço com sapatos gigantescos e um enorme nariz vermelho surge pela porta. Os pacientes que se cuidem... Rir é contagioso. A história real de Patch, paciente e, mais tarde, médico de uma instituição para doentes mentais, celebra o triunfo da busca insistente por um ideal. Sua vontade de tornar-se médico surgiu quando, ainda adolescente, foi internado numa clínica devido a uma depressão. Seu sonho começou a se tornar realidade no final dos anos 60, quando Patch estudou na Escola de Medicina da Virgínia e, em seguida, abriu o Instituto Gesundheit com uma abordagem mais personalizada da prática médica. Tudo estava bem, mas em meados dos anos 80, o Instituto Gesundheit começou a receber atenção da mídia sobre seus procedimentos terapêuticos nada ortodoxos. Os conflitos começaram. 

Em 1993, Patch escreveu um livro sobre seu trabalho explicando suas prescrições inspiradas no humor e o porquê de querer vestir-se de gorila, de encher uma sala com balões ou uma banheira com macarrão - tudo para conseguir um sorriso, realizar uma conexão emocional com seus pacientes, ou conseguir levar um simples momento de prazer aos doentes. O doutor Patch proclama: "Todos sabemos como o amor é importante e, mesmo assim, quão frequentemente o demonstramos? Quantas pessoas doentes neste mundo sofrem de solidão, tédio e medo que não podem ser curadas com uma simples pílula?". Utilizando métodos nada convencionais e surpresas incríveis para aplacar a ansiedade dos pacientes, Patch foi o pioneiro na idéia, até então radical, de que os médicos devem tratar as pessoas, e não apenas a doença. Compaixão, envolvimento e empatia têm tanto valor quanto remédios e avanços tecnológicos.s terapêuticos nada ortodoxos. Os conflitos começaram. Em 1993, Patch escreveu um livro sobre seu trabalho explicando suas prescrições inspiradas no humor e o porquê de querer vestir-se de gorila, de encher uma sala com balões ou uma banheira com macarrão - tudo para conseguir um sorriso, realizar uma conexão emocional com seus pacientes, ou conseguir levar um simples momento de prazer aos doentes. O doutor Patch proclama: "Todos sabemos como o amor é importante e, mesmo assim, quão frequentemente o demonstramos? Quantas pessoas doentes neste mundo sofrem de solidão, tédio e medo que não podem ser curadas com uma simples pílula?". Utilizando métodos nada convencionais e surpresas incríveis para aplacar a ansiedade dos pacientes, Patch foi o pioneiro na idéia, até então radical, de que os médicos devem tratar as pessoas, e não apenas a doença. Compaixão, envolvimento e empatia têm tanto valor quanto remédios e avanços tecnológicos.

Apresentação

O SOS Alegria é um grupo que existe desde 2007, e atua principalmente no Hospital Materno Infantil - Goiânia. Seus integrantes são voluntários e realizam o trabalho quinzenalmente aos domingos, fazendo visitas as crianças hospitalizadas pelas manhãs. Somos jovens, estudantes de diversas áreas e faculdades que se unem pelo objetivo de levar um pouco de carinho, alegria e atenção a essas crianças.